Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

1 min

Joviano
favoritos

Imperador romano (331 d. C.-364 d. C.), reinou entre 363 e 364. Pertencia à Casa de Constantino. Conseguiu uma paz com os Persas, embora os Romanos se tenham sentido humilhados com o acordo.
Nasceu em Belgrado em 331, sendo filho de um general romano. Flávio Joviano tomou parte nas campanhas persas de Juliano, o Apóstata, como oficial de estado-maior. Quando Juliano foi morto a norte de Ctesifonte, junto ao Tigre, os generais estavam profundamente divididos e em desavenças políticas entre si, pelo que uma parte do exército acabou por proclamar Joviano como imperador. A aposta parece que resultou, pois Joviano acabou por conseguir salvar as legiões do desastre, com o preço de uma paz com os Persas, que foi, no entanto, humilhante para Roma, mas a única via possível para se salvarem milhares de soldados e a região oriental do Império. Joviano, pouco tempo depois, em 17 de fevereiro de 364, numa viagem para Constantinopla, morreu acidentalmente vítima de envenenamento por exalação de óxido de carbono.
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Joviano na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-04-15 10:02:18]. Disponível em

Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe