Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

O Livro de San Michele

Axel Munthe

Peregrinação

Fernão Mendes Pinto

2 min

Lufthansa
favoritos

A companhia aérea alemã Lufthansa foi formada a 6 de janeiro de 1926, resultando da fusão da Deutsche Aero Lloyd e da Junkers Luftverkehr. A empresa, a maior da Europa na altura, adotou as cores amarelo e azul que pertenciam a esta última companhia. Originalmente, tinha o nome Deutsche Luft Hansa Aktiengesellschaft, que passou a Lufthansa em 1933.
Logo a 6 de abril de 1926 começou a operar com uma frota constituída por 126 aviões e nesse mesmo ano fez uma expedição aérea até à China.
Entre 1927 e 1930, a Lufthansa foi determinante na criação de companhias aéreas no estrangeiro, nomeadamente a Iberia, de Espanha, a Condor, do Brasil, e a Eourasia, da China.
Em 1934 a companhia aérea alemã inaugurou o primeiro serviço regular de correio aéreo transatlântico, através do Atlântico Sul. Dois anos mais tarde, experimentou o mesmo serviço através do Atlântico Norte, mas abandonou o projeto em 1938.
Em 1939, pouco antes do início da Segunda Guerra Mundial, a Lufthansa estendeu os seus serviços regulares de transporte de passageiros para Banguecoque, na Tailândia, e Santiago do Chile.
No entanto, com o advento da Segunda Guerra Mundial, a Lufthansa teve de deixar de operar. Após a derrota alemã no conflito, os Aliados dissolveram a companhia aérea e a Alemanha foi impedida de ter serviços nacionais e internacionais de voo.
A partir de 1950 o governo alemão pressionou as forças aliadas para que devolvessem à Alemanha o direito de ter voos regulares e foi permitida a abertura de serviços regionais e internacionais, embora as operações fossem controladas pelos estrangeiros até 1977.
Assim, a 6 de janeiro de 1953 foi fundada pela Alemanha Ocidental uma nova companhia aérea, a Luftag, que em 1954 se passou a chamar Deutsche Lufthansa. Os primeiros aviões da nova companhia eram Douglas DC-3 e os voos regulares foram retomados em abril de 1955.
Em 1960 a companhia alemã passou a dispor de aviões a jato, Boeing 707, inicialmente utilizados nas rotas de longa distância. Aos poucos foi renovando a frota com aviões a jato, até que em 1971 saiu de serviço o último aparelho a hélice, um Vickers Viscount.
Um ano antes, a Lufthansa tinha adquirido o primeiro dos seus gigantes Boeing 747.
Em 1975 foi formada uma subsidiária, a German Cargo Services GmbH, destinada a transporte de carga, que em 1995 passou a designar-se Lufthansa Cargo. Esta companhia opera especialmente na Europa e nos Estados Unidos da América.
Em 1990, com a reunificação alemã e 45 anos após o final da Segunda Guerra Mundial, a Lufthansa voltou a voar até Berlim.
Entretanto, a empresa enfrentou uma grave crise financeira na década de 90, à qual sobreviveu com um plano que passou pela privatização de grande parte do seu capital, pertencente ao Estado.
Em 1997, juntamente, com Air Canada, a SAS, a Thai Airlines e a United Airlines, formou a Star Alliance, o primeiro grupo internacional de companhias aéreas destinado a operar em conjunto.
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Lufthansa na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-02-23 07:34:12]. Disponível em
Outros artigos
ver+
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Lufthansa na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-02-23 07:34:12]. Disponível em

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

O Livro de San Michele

Axel Munthe

Peregrinação

Fernão Mendes Pinto