escapar

es.ca.par
(i)ʃkɐˈpar
verbo transitivo
1.
libertar-se de (jugo ou prisão)
2.
conseguir evitar (situação desagradável ou perigosa); livrar-se de
3.
figurado não ser compreendido
4.
figurado ser esquecido; não ser considerado; passar despercebido; ser omitido
verbo intransitivo
1.
não ser envolvido ou atacado; ficar ileso
2.
sair (uma substância) do recipiente onde devia estar contida
3.
ficar isento
4.
figurado ser revelado por descuido ou distração
5.
figurado ser tido como suficiente; ser sofrível
verbo pronominal
1.
fugir; evadir-se
2.
salvar-se
3.
figurado conseguir evitar compromisso ou situação desagradável; esquivar-se
Como usar o verbo
escapar(-se) a/de/por
fugir
No treino militar, aprendemos a escapar ao/do perigo.
A gata escapou-se pelo postigo.
Do latim *excappāre, «deitar a capa fora; livrar-se de um obstáculo»
Como referenciar: Porto Editora – escapar no Dicionário infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-18 20:45:39]. Disponível em

PROVÉRBIOS

  • Ao melhor galgo escapa a lebre.
  • Na amizade o segredo confia-se, no amor escapa.
  • Nem rei, nem Papa à morte escapa.
  • O que escapa ao sacho, lá vai ter à enchada.
  • Quem de novo não morre, de velho não escapa.
  • Quem de uma escapa, cem anos vive.
  • Quem tem capa sempre escapa; quem não tem, escapa também.
  • Quem tem capa sempre escapa; quem tem gabão, escapará ou não.
VER +