fugir

fu.gir
fuˈʒir
verbo intransitivo
1.
afastar-se precipitadamente para evitar um perigo, um incómodo ou qualquer pessoa; debandar
2.
sair de um local onde se estava preso
3.
retirar-se; esconder-se
4.
desaparecer; sumir-se
5.
passar muito rapidamente
verbo transitivo e intransitivo
1.
escapar-se (de); livrar-se (de)
2.
evitar; afastar-se (de)
3.
escapar; escorregar
4.
desviar-se (de)
5.
não fazer ou assumir o que se devia; esquivar-se (a); furtar-se (a)
fugir a boca para a verdade
dizer algo sem querer
Como usar o verbo
fugir a/de
escapar
Não devemos fugir às responsabilidades.
O rapaz quis fugir de casa duas vezes.
Do latim vulgar *fugīre, do latim clássico fugĕre, «idem»
ANAGRAMAS
Como referenciar: Porto Editora – fugir no Dicionário infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-21 19:38:33]. Disponível em

PROVÉRBIOS

  • À desgraça ninguém foge.
  • A razão e a verdade fogem quando veem disputas.
  • Foge das ocasiões, eu te livrarei das tentações.
  • Foge de contas com parentes e de dívidas com ausentes.
  • Foge do maldizente como da serpente.
  • Foge do mau vizinho e do excesso de vinho.
  • Lebre foge, galgos a seguem.
  • Não é bom fugir em socos.
  • Quando a força é desigual, antes fugir que ficar mal.
  • Quem foge do trabalho, foge do ganho.
  • Ruivas ao nascente, desapõe os bois e foge sempre.
  • Se bêbado te vires sentir, foge à companhia e vai dormir.
  • Semeia a aveia a fugir e a cevada a dormir.
VER +