Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe

1 min

Quelimane
favoritos

Capital da província administrativa da Zambézia, no extremo ocidental de Moçambique, tem uma população de cerca de 180 800 habitantes (2004). A província da Zambézia confinada pelas províncias de Nampula, Niassa, Sofala e Tete, pelo Malawi e, a este, pelo oceano Índico, possui uma superfície de 103 127 km2 e uma população de 3 780 000 habitantes (2004), constituindo 20% do povo moçambicano.
A cidade de Quelimane, situada na margem norte do rio dos Bons Sinais e a 32 km da Barra de Tangalene, é uma das mais antigas do país. Fundada, em 1498, por Vasco da Gama, a cidade foi elevada a vila, em 1761, sendo posteriormente sede da capitania dos Rios de Sena.
Quelimane é um antigo centro de trocas comerciais e culturais entre as populações da região e outros povos exteriores (árabes, persas, portugueses e indianos). Aí, se concentram as riquezas da província, em consequência de férteis solos que oferecem excelentes condições para a produção sobretudo de chá, cana sacarina, algodão, sisal, camarão, coqueiro (a Zambézia usufrui os maiores palmarés do mundo), caju e arroz. A exportação destes produtos agrícolas, juntamente com a das pedras preciosas, proporcionam muitos lucros económicos.
Porto de pesca de Quelimane, Rio dos Bons Sinais
Palmeira, Quelimane
Igreja no Quelimane
Catedral Velha do Quelimane
Quanto aos meios de transporte que favorecem as atividades comerciais, a cidade está servida pela linha de caminho de ferro que liga Mocuba (cidade do interior da província) à capital provinciana. O porto de Quelimane, que constitui um dos mais importantes portos do Canal de Moçambique, localiza-se, mais ou menos, a meio da linha de costa moçambicana, o que permite atividades portuárias de transportes e serviços não apenas nacionais, como também internacionais, essencialmente, com os países vizinhos Malawi, Zâmbia e Zimbabwe. Para além do porto de Quelimane, a província da Zambézia possuiu ainda mais três portos naturais que favorecem o escoamento de produtos - Chinde, Macuse e Pebane.
Relativamente ao turismo, a região oferece várias belezas naturais e atrações turísticas, tais como: a Reserva de Caça do Gilé; a praia de Zalala e a orla costeira da província ornada com milhares de palmeiras; o Monte Namúli (o segundo mais alto do país com 2419 m); as nascentes de água quente perto das cidades de Gilé, Lugela e Morrumbala; a cozinha tradicional da Zambézia, com pratos conhecidos, como a galinha à zambeziana.
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Quelimane na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-04-17 06:44:42]. Disponível em
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Quelimane na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-04-17 06:44:42]. Disponível em

Geração D

Carlos de Matos Gomes

Amar em caso de emergência

Vera dos Reis Valente

Deus na escuridão

Valter Hugo Mãe