nascer

nas.cer
nɐʃˈser
verbo intransitivo
1.
iniciar (uma pessoa, um animal) a vida de modo autónomo; vir ao mundo
2.
rebentar; germinar; brotar (uma espécie vegetal)
3.
começar a brotar (a água)
4.
romper; apontar
5.
aparecer no horizonte (o Sol)
6.
aparecer no firmamento; despontar (o astro)
7.
aparecer; formar-se; constituir-se
8.
gerar-se; ser inventado; surgir
9.
acontecer; suceder
verbo transitivo
1.
ter aptidão natural para; ter talento nato para
2.
ter princípio ou origem em; principiar em
3.
derivar de; provir de
4.
ter (um curso de água) a sua origem em
5.
começar a interessar-se por; abrir-se para; despertar para
6.
Moçambique dar à luz, parir, ter filhos
verbo copulativo
liga o predicativo ao sujeito, indicando: vir ao mundo com determinadas características ele nasceu rico
nome masculino
nascimento
nascer de novo
escapar a grande perigo ou ameaça
nascer em berço de ouro
nascer em família rica, com posses
nascer entre dois foles / nascer num folinho
nascer com muita sorte; ser feliz; ter sorte
nascer feito
ser dotado de certa(s) qualidade(s) inata(s)
não ter nascido ontem
perceber tudo muito bem, não ser ingénuo; ter experiência
Como usar o verbo
nascer de
brotar
Aqui, a água nasce das rochas.
nascer em
ganhar vida
O meu avô nasceu em berço de ouro.
nascer para
surgir
Com aquele grupo, ele nasceu para o teatro.
Do latim vulgar *nascĕre, por nasci, «idem»
ANAGRAMAS
Como referenciar: nascer in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-05-11 08:31:09]. Disponível na Internet:

PROVÉRBIOS

  • A quem nasceu para ser pobre, o oiro se torna em cobre.
  • Amor que nasce súbito mais tempo leva a curar.
  • Ao nascer, ao casar e ao morrer, há sempre que dizer.
  • Aquele que agradasse a todos morreu antes de nascer.
  • Caracol onde nasce, pasce.
  • Cardo que há de picar, logo nasce com espinho.
  • De grão te sei contar que em abril não há de estar nascido.
  • De maus costumes, nascem boas leis.
  • De um sim e de um não nasce a questão.
  • Do uso nasce o abuso.
  • É da proibição que nasce a tentação.
  • É mais cego o que não quer ver, do que aquele que nasce cego.
  • Em má hora nasce quem má fama cobra.
  • Há mil modos de morrer e só um de nascer.
  • Junto da urtiga nasce a rosa.
  • Não contes os pintos senão depois de nascidos.
  • Nasce na horta o que não semeia o hortelão.
  • O cardo quando nasce logo pica.
  • O sol quando nasce é rei, ao meio dia é morgado, de tarde está doente, à noite sepultado.
  • Os paus, uns nascem para santos, outros para tamancos.
  • Os pintos nascidos em janeiro, comem um boi e valem um carneiro.
  • outubro lavrar, novembro semear, dezembro nascer.
  • Pau que nasce torto, tarde ou nunca se endireita.
  • Pela Ascensão coalha a amêndoa e nasce o pinhão.
  • Por abril corta um cardo e nascerão mil.
  • Por amor que não convém, nasce muito mal e pouco bem.
  • Quem nasce torto, torto morre.
  • Quem nasceu para cinco, não chega a dez.
  • Quem nasceu para porco, nunca chega a porqueiro.
  • Quem nasceu para vintém, nunca chega a pataco.
  • Quem primeiro nasce, primeiro chora.
  • Vinho que nasce em maio, é para o gaio; se nasce em abril, vai ao funil; se nasce em março, fica no regaço.
VER +

CITAÇÕES