Colin Powell

Militar norte-americano nascido em 1937, em Nova Iorque, filho de uma família de jamaicanos imigrantes.
Cumpriu duas comissões de serviço na Guerra do Vietname, em 1962-1963 e em 1968-1969. Em 1972 assumiu o seu primeiro cargo de natureza política, fazendo parte da equipa de funcionários da Casa Branca, e tornou-se depois assistente de Frank Carlucci. Posteriormente, desempenhou diversas funções de comando no Pentágono.
Em 1987 passou a fazer parte do Conselho Nacional de Segurança dos Estados Unidos e tornou-se assessor do presidente para os assuntos de segunça nacional. No fim desse ano, Ronald Reagan nomeou-o sucessor de Carlucci. Em 1990, o presidente George Bush nomeou Powell para o cargo de chefe do Estado-Maior Conjunto (isto é, das várias Armas), o mais alto posto militar do país. Foi, até agora, o único cidadão de raça negra a atingir posto tão elevado.
Powell planeou a invasão norte-americana do Panamá (dezembro de 1989), destinada a derrubar e capturar Manuel Noriega, e as operações no deserto durante a Guerra do Golfo (agosto de 1990-Março de 1991).
Retirou-se da vida militar em 1993. Depois disso, dedicou-se a escrever, a fazer conferências e contactos políticos.
A 20 de janeiro de 2001, tornou-se Secretário de Estado dos Estados Unidos da América e um elemento chave no governo de George W. Bush na luta contra o terrorismo, especialmente após os atentados de 11 de setembro de 2001. Demitiu-se do cargo 12 dias após a releição, a 3 de novembro de 2004, do Presidente George W. Bush.
Como referenciar: Colin Powell in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-25 10:23:53]. Disponível na Internet: